greencard.com.br

  • Loteria de Green Cards
  • Conheça os EUA
  • Estudo nos EUA
  • Trabalho nos EUA
  • Vistos
  • Conheça os Estados Unidos

    Estudo e Trabalho

    Neste capítulo trataremos do assunto estudo direcionando mais para pais que venham a viajar com seus filhos. Para outras abordagens de estudo favor pesquisar em Estudo nos EUA

    As escolas de 1º e 2º graus

    As públicas são gratuitas para cidadãos americanos e imigrantes legais (portadores de green card) e pagas para possuidores de vistos de estudante e outros. Para a matrícula é necessária a apresentação da tradução (a maioria das escolas exige tradução juramentada) do histórico escolar brasileiro e da carteira de vacinação, documentos de imigração, social security e um documento que funciona como comprovante de residência, pois os residentes de uma certa região só podem freqüentar uma escola específica. 

    A condução é gratuita para todos aqueles que morarem a mais de 2 milhas da escola. É normal que as crianças um pouco maiores caminhem ou pedalem para a escola quando residam próximo desta. É bom notar que, quando da matrícula, os pais da criança têm que assinar um termo especificando como as crianças podem ir para a escola (a pé, de bicicleta, de carro) e quem pode buscá-las. Cada criança só será entregue para os inscritos neste documento. Isto ocorre, logicamente, a fim de se evitar seqüestros ou que a criança seja utilizada como "arma" em uma guerra entre os pais e/ou parentes. O trânsito na hora da saída de escolas tem as velocidades máximas reduzidas pela metade e dezenas de senhores e senhoras, voluntários, espalham-se pela vizinhança da escola para parar o trânsito e ajudar na travessia. 

     

    Pais e filhos

    Os filhos são prioridade para os pais. É difícil convencê-los mas a adaptação das crianças dá-se bem mais rápida e facilmente que a dos adultos. Crianças são menos preconceituosas e mais atiradas, e mesmo que haja a barreira da língua, sempre encontrarão um forma de interagir. É espantável a a facilidade com que a criança aprende o novo idioma, mesmo que chegue lá sem muita base. De qualquer forma, para os paizões de plantão, quase sempre há colégios com programas específicos para estrangeiros Lembre-se que se se deseja que os filhos estudem em escolas com estes programas deve-se procurar um imóvel na região atendida pelo colégio. Veja Moradia.

    A escola no Brasil, em seu 1º e 2º graus tem uma estrutura diferenciada. Para que sua criança não repita ano por causa desta incompatibilidade dirija-se a um escritório, consulado ou embaixada brasileiros e solicite os termos do acordo de equivalência de programas de estudo existente entre o Brazil e os EUA. Refira-se ao acordo da Fullbright Commission.

     

    Trabalho

    O momento do emprego nos Estados Unidos já foi mais favorável. O nível de desemprego está em torno de 7% quando há 2 anos atrás estava em torno de 4% e era o mais baixo desde 1970. O crescimento americano estava sendo fantástico nos últimos anos e a oferta de emprego assim como os salários e benefícios tinham aumentado também pois estava mais difícil para as empresas conseguirem empregados do que para as pessoas conseguirem emprego. A título de exemplificação, apenas na área de Tecnologia da Informação o deficit anual de mão-de-obra ultrapassava 300 mil postos. Em outras áreas como telecomunicações e correlatas também havia muita oferta de emprego. Em todas as outras áreas, porém, há oportunidades mas em número inferior. A Internet expandiu o leque de oportunidades já que possibilita a qualquer empresa a pretensão de ser global por meio do comércio on-line. Com isto pessoas que além de Inglês têm bons conhecimentos de outras línguas de uso não tão comuns nos EUA  passam a ter oportunidade, caso tenham experiência de mercado, legislação ou comércio. Aí estão as chances para administradores, economistas, bacharéis em direito (especializados em Direito Internacional). Logicamente as línguas comuns como Espanhol, Francês, Alemão, etc são um plus.

    Quanto a trabalho é inegável que houve uma sensível redução na oferta de emprego. Os atentados, a resposta em forma de ataque (a um custo de 1 bilhão de dólares por mês), precipitaram uma recessão econômica que já estava a caminho. Recentemente problemas com pedidos de bancarrotas e falências de grandes empresas pioraram o desempenho das bolsas aumentando ainda mais o problema. Em termos de vistos de trabalho hoje pode-se dizer que somente profissionais da área de tecnologia com altíssima especialização e da área de enfermagem (com nível superior) têm chance de conseguir uma oferta de emprego e consequente patrocínio de visto com maior facilidade. Para quem está no país de forma legal a queda na oferta de empregos está sendo compensada pela volta de muitas pessoas após setembro e não está mais difícil encontrar-se empregos caso se tenha a documentação correta.

    Este desaquecimento, porém, é temporário. A economia deste país é extremamente forte e sua base muito sólida. Já são vistos sinais iniciais de recuperação e tudo é uma questão de tempo para a retomada do crescimento. Como tudo em relação à imigração deve ser pensado em termos de médio e longo prazo não há porque adiar planos.

    Bem, oportunidades ainda há. Engana-se, porém, quem pensa que é só ter um bom currículo para se conseguir um emprego nos EUA. Para que possui o green card tudo é simples mas para quem pretende um visto de trabalho, a burocracia é grande e as exigências que o governo americano impõe a trabalhadores interessados e empregadores dispostos a importar mão-de-obra são muitas. Isto desestimula à maioria das empresas. Acontece que a dificuldade de preencher certos postos é tanta que as empresas acabam por se voltar para a opção de buscar mão-de-obra fora dos Estados Unidos. É um processo complexo, lento (pode ser adiantado pagando-se uma taxa de urgência de US$ 1,000) e que praticamente inviável sem o auxílio de um bom escritório de direito especializado em imigração. Logicamente sem um ótimo currículo e perseverança também, nada feito. Não acredite em reportagens simplistas que dizem que as portas das empresas abertas para estrangeiros. 

    For Orlando Airport Transportation visit RPTours.

    Como não vimos atualizando a página, ela pode ter informações que não sejam mais válidas. Por favor confirme em sites
    oficiais os procedimentos corretos e/ou completos. Visite http://travel.state.gov/visa/visa_1750.html para informações sobre
    vistos de todos os tipos.

    Assuntos RelativosAssuntos relacionados

    Marketing Digital & Design - Clicktime